quinta-feira, 24 de julho de 2014

SES - MG abre concursos com mais de 1.700 vagas

Com organização da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES - MG) anunciou nesta semana a abertura de dois concursos públicos (CPs). Juntos, os certames totalizam 1.746 oportunidades de níveis médio, técnico e superior, distribuídas entre diversos municípios.
O CP 001/2014 é destinado ao cargo de Auditor Assistencial Estadual do Sistema Único de Saúde (SUS), junto aos núcleos temáticos de Medicina, Enfermagem, Odontologia, área da Saúde, Ciências Gerenciais e Direito. São 130 vagas imediatas, sendo 15 exclusivas para pessoas com necessidades especiais (PNE).
Podem participar desse concurso, graduados em Medicina, Enfermagem, Odontologia, áreas da Saúde, Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis ou Gestão Pública e Direito.
Já o CP 002/2014 traz 630 vagas para Técnico de Gestão da Saúde e 986 para Especialista em Políticas e Gestão da Saúde, sendo 165 destinadas a PNE. A participação nesse certame é liberada a quem tem formação correspondente às áreas de nível médio, técnico e superior.
No caso de Técnico de Gestão da Saúde, os profissionais atuarão junto aos núcleos temáticos Administrativo, de Patologia Clínica, Contabilidade e Edificações, enquanto os Especialistas em Políticas e Gestão da Saúde serão designados para os núcleos de Assistência Farmacêutica, Arquitetura/ Engenharia, Comunicação Social, Direito, Gestão, Vigilância em Saúde e Políticas Públicas de Saúde.
De modo geral, os profissionais terão jornadas de 40h semanais, exceto no caso do núcleo temático de Medicina (CP 001/2014), que é de 20h. Mas em todos os casos os contratos serão firmados em regime estatutário.
As remunerações serão de R$ 3.300,00 para Auditor, acrescidas de prêmio por desempenho de metas no valor de até R$ 1.500,00; de R$ 2.292,10 para Especialista, com gratificação por atividade de gestão da saúde; e de R$ 954,55 para Técnico.
Para concorrer basta atender aos requisitos do cargo de interesse e realizar inscrição de 22 de setembro de 2014 a 26 de outubro de 2014 pela página eletrônica www.funcab.org, com taxas de R$ 42,00 e R$ 53,00. Outra opção é comparecer a um dos postos disponibilizados pela organizadora (confira os endereços anexos aos editais).
Serão aplicadas prova objetiva de múltipla escolha e prova discursiva, ambas eliminatórias e classificatórias, previstas para 7 de dezembro de 2014, nas cidades de Alfenas, Barbacena, Belo Horizonte, Diamantina, Divinópolis, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Patos de Minas, Ponte Nova, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Uberaba e Uberlândia.
A validade dos concursos é de dois anos e pode ser prorrogada. Para mais informações consulte os editais em nosso site, logo abaixo.

Fonte: jornal.iof.mg.gov.br - páginas 15 e 19.cargos: www.funcab.org/

INCA: Veja editais com oferta total de 768 vagas! Até R$14.128

Foi divulgado nesta terça-feira, dia 22, o edital do concurso para 743 vagas no Instituto Nacional de Câncer (Inca) e no Ministério da Saúde. São 558 vagas em cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior para trabalhar no instituto, no Rio de Janeiro, e 185 em cargo de nível superior para atuar no ministério, em Brasília. A organização do concurso está a cargo da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab). As remunerações iniciais oferecidas variam de R$3.239 a R$14.128,75, conforme o cargo e qualificação do candidato, já incluindo o auxílio-alimentação, de R$373. Nesta quarta, foram publicados os editais com as 25 vagas para o cargo de pesquisador, cujas inscrições estarão abertas de 20 de agosto a 5 de setembro, cobrando taxa de R$180 (veja os editais no anexo abaixo). Este concurso estará sob a responsabilidade do próprio Inca. A função de pesquisador exige nível superior e tem iniciais de pelo menos R$6.225,05, já com o auxílio-alimentação.

No edital divulgado na terça é possível conferir os requisitos, atribuições e remunerações dos cargos, regras do concurso, critérios para aprovação, entre outros. Já o conteúdo programático e o cronograma previsto da seleção serão divulgados apenas no dia 5 do próximo mês. Consultados pela FOLHA DIRIGIDA, o Inca e o Ministério da Saúde informaram que será observado um intervalo de pelo menos dois meses entre a publicação do conteúdo programático e a aplicação das provas. O Decreto 6.944/09 determina o intervalo mínimo de 60 dias entre a publicação do edital e a realização das provas. Entretanto, o objetivo da norma é garantir um período mínimo para a preparação dos candidatos, o que no caso do concurso do Ministério da Saúde, ficaria prejudicada, caso o intervalo fosse contado a partir da divulgação do edital de abertura.

As vagas para o Inca estão distribuídas pelos cargos de assistente em ciência e tecnologia, técnico, analista em ciência e tecnologia e tecnologista. Superando as expectativas de muitos dos interessados em participar da seleção, todas as vagas do cargo de assistente são para a área de apoio técnico-administrativo, cujo requisito é o ensino médio completo, além de experiência mínima de um ano em atividades técnico-administrativas. Em todos os cargos, a remuneração inicial pode sofrer acréscimo conforme a qualificação do concursado. No caso de assistente, o inicial, de  R$3.239, pode passar para R$3.691 em caso de aperfeiçoamento ou especialização, para R$4.120 em caso de mestrado ou para R$5.001 em caso de doutorado.

Das vagas destinadas ao Ministério da Saúde, todas no cargo de tecnologista (de nível superior, com remuneração inicial de pelo menos R$6.225,05, incluindo o auxílio-alimentação, de R$373), 80 serão para trabalhar na Secretaria de Atenção à Saúde, 64 na Secretaria de Vigilância em Saúde e 41 na Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Os concursados serão contratados pelo regime estatutário que prevê estabilidade, entre outros benefícios. A seleção será feita por meio de provas objetiva e discursiva e/ou redação (aplicadas no local da vaga no turno da manhã para os cargos de nível médio e médio/técnico e no turno da tarde para os de nível superior), além de prova de títulos. Serão aprovados no exame objetivo aqueles que obtiverem pelo menos 50% dos pontos referentes a parte de Conhecimentos Básicos, 60% dos pontos da parte de Conhecimentos Específicos, além de obter nota diferente de zero em cada uma das disciplinas.

Terão a discursiva corrigida apenas os candidatos classificados nas objetivas até a posição correspondente ao número máximo de aprovados previsto no Decreto 6.944/09, conforme tabela reproduzida no item 143 do edital de abertura do concurso, respeitados os empates. Na discursiva, bastará obter nota diferente de zero para ser aprovado. A nota final no concurso será a soma da nota final da prova objetiva com a nota da discursiva e da prova de títulos. A validade da seleção será de dois anos, podendo dobrar.

Inscrição – As inscrições deverão ser feitas por meio do site da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), organizadora do concurso. A taxa para participar é de R$78 para os cargos de nível médio e médio/técnico e de R$97 para os de nível superior. Será concedida isenção do pagamento aos integrantes do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda familiar mensal de até R$2.172 ou renda familiar mensal de até R$362 por pessoa. A isenção poderá ser solicitada ao longo de todo o período de inscrição. No ato da inscrição, o candidato deverá indicar se deseja concorrer às vagas reservadas a negros e a deficientes, caso haja essas opções no cargo pretendido.

Serviço
Inscrições para Pesquisador: www.inca.gov.br

Inscrições para demais cargos: www.funcab.org

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Seleção Hugo 2 | 2.363 vagas


A AGIR, organização social que irá administrar o Hospital de Urgências de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGO 2), por meio da Universidade Estadual de Goiás (UEG), abriu as inscrições para o processo de seleção pública para o preenchimento de 2.363 vagas para os mais diversos cargos e níveis de escolaridade no hospital.

Os salários variam de R$ 850,65 a 6.623,73 e as inscrições poderão ser efetuadas até o dia 27 de julho, através do site www.nucleodeselecao.ueg.br e o pagamento pode ser feito até o dia 2 de julho, por meio de boleto bancário.

As taxas de inscrição variam entre R$ 20 para nível fundamental, R$ 35 para nível médio e R$ 50 para nível superior e a prova objetiva será realizada no dia 17 de agosto. Pelo edital, os aprovados na primeira fase deverão passar por uma análise curricular e o resultado final será divulgado no dia 5 de setembro.



VAGAS: 2.263
484 - ensino fundamental
1008 - ensino médio
871 - ensino fundamental